Maria da Graça Sardinha


Maria da Graça Guilherme d’ Almeida Sardinha nasceu em Dominguiso – Covilhã.
É Professora na Universidade da Beira Interior, na Faculdade de Artes e Letras, no Departamento de Letras. É licenciada em Português- Francês. É pós-graduada em Supervisão Pedagógica. É Mestre em Educação pela Universidade do Minho e Doutora em Letras pela Universidade da Beira Interior. É investigadora no Centro de Estudos da Criança na Universidade do Minho. Tem vindo a desempenhar alguns cargos tais como: Diretora de Curso do Segundo Ciclo de Estudos em Português / Espanhol, Coordenadora dos Estágios Pedagógicos, Supervisora Pedagógica na profissionalização de professores, Consultora do Centro de Formação de Professores do Concelho da Covilhã, Membro do Conselho Geral da Escola das Palmeiras e da Escola S. Domingos, na Covilhã. Tem igualmente sido consultora do processo educativo em Cabo Verde.

No âmbito da divulgação da Língua Portuguesa tem desenvolvido projetos com a Universidade de Extremadura Cáceres onde se destaca a sua presença como Membro do Comité Científico da Revista Limite, e onde colabora na docência dos mestrados.

Com o Instituto Politécnico de Castelo Branco, (cidade com a qual tem uma relação especial) tem tido uma estreita colaboração quer na orientação de teses de mestrado e doutoramento, quer na presença em júris.


Tem apresentado comunicações e proferido conferências em todo país e no estrangeiro destacando-se a Universidad de Santiago de Compostela e a Universidad de Badajoz. Tem colaborado com o Plano Nacional de Leitura no âmbito do júris de leitura e no desenvolvimento de projetos das bibliotecas escolares.


Publica regularmente em revistas científicas de especialidade em Portugal e no estrangeiro, apostando nas áreas de formação relacionadas com as literacias. Orienta seminários, dissertações e teses de doutoramento.


 É autora de alguns livros, assumindo-se como alguém que vê na leitura a forma de alcançar a serenidade, contrariar interditos e proibições, bem como o modo de, constantemente, superar a ignorância e tomar consciência do valor da liberdade.

Author's articles