Ricardo Jorge Nunes da Silva

Ricardo Jorge Nunes da Silva nasceu em Lisboa em 1975. Obteve a licenciatura em História variante História de Arte na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa em 2001. No ano de 2006 obteve o grau de mestre pela mesma Faculdade com a dissertação; Abóbadas Tardo-Medievais em Portugal: tipologias e concepção. Actualmente desenvolve na Universidade de Lisboa a dissertação de doutoramento intitulado: João de Castilho: entre o paradigma da arquitectura Tardo-gótica e a arquitectura Moderna em Portugal.

 

É docente da Escola Superior de Artes Aplicadas desde 2003 onde lecciona as disciplinas de História de Arte. Foi investigador do Instituto de História de Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa entre os anos de 2000 e 2003.

 

Participou em vários projectos de investigação: (2005) Frescos da Beira Interior, Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco: (2002-2004) Projecto de Acção Integrada Luso-Espanhola. Intercâmbios Artísticos Peninsulares durante o Século XVI - Instituto de História da Arte, FL-UL), em colaboração com o Departamento de Botânica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (projecto PRAXIS/P/HAR/13267/1998): (2001 – 2003) Projecto de investigação: Conventos de Lisboa,Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Instituto de História da Arte, sob a orientação do Prof. Dr. Vítor Serrão e Prof.ª Drª Maria João Baptista Neto. Departamento de História de Arte da Universidade de Valladolid: (2002) Investigador no projecto Internacional European Plants and Masterpieces, recolha e análise de flora na arte portuguesa entre os finais do século XV e finais no século XVII -
 

Tem realizado estudos e investigações sobre a concepção e mecânica construtiva da arquitectura do período tardo-medieval e do primeiro renascimento em Portugal.  

 

É autor de artigos como: “A abóbada da capela-mor da Igreja de Nossa Senhora do Pópulo das Caldas da Rainha. Construção e filiação”, Artis Revista do Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, n.º 6, Lisboa 2006. MARTÍNEZ GÓMEZ, Javier; SILVA, Ricardo, “De Huguet a Boytac y el Tardogótico peninsular”, Actas do congresso internacional O Largo Tempo do Renascimento. Arte, Propaganda e Poder, 2004. “Os Conventos de Lisboa. Uma abordagem cripto-historica.”, Revista Portuguesa de Ciência das Religiões, Univ. Lusófona e Tecnologias, Centro de Estudos em Ciência das Religiões, Ano II -2003, nº 3-4, p. 211-221. Estudo Histórico-Artístico da Capela de Santo Cristo no Teixoso, Revista IPPAR, nº 4, 2003, pp. 94-100.

Ricardo Jorge Nunes da Silva nasceu em Lisboa em 1975. Obteve a licenciatura em História variante História de Arte na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa em 2001. No ano de 2006 obteve o grau de mestre pela mesma Faculdade com a dissertação; Abóbadas Tardo-Medievais em Portugal: tipologias e concepção. Actualmente desenvolve na Universidade de Lisboa a dissertação de doutoramento intitulado: João de Castilho: entre o paradigma da arquitectura Tardo-gótica e a arquitectura Moderna em Portugal.

 

É docente da Escola Superior de Artes Aplicadas desde 2003 onde lecciona as disciplinas de História de Arte. Foi investigador do Instituto de História de Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa entre os anos de 2000 e 2003.

 

Participou em vários projectos de investigação: (2005) Frescos da Beira Interior, Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco: (2002-2004) Projecto de Acção Integrada Luso-Espanhola. Intercâmbios Artísticos Peninsulares durante o Século XVI - Instituto de História da Arte, FL-UL), em colaboração com o Departamento de Botânica da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (projecto PRAXIS/P/HAR/13267/1998): (2001 – 2003) Projecto de investigação: Conventos de Lisboa,Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Instituto de História da Arte, sob a orientação do Prof. Dr. Vítor Serrão e Prof.ª Drª Maria João Baptista Neto. Departamento de História de Arte da Universidade de Valladolid: (2002) Investigador no projecto Internacional European Plants and Masterpieces, recolha e análise de flora na arte portuguesa entre os finais do século XV e finais no século XVII -
 

Tem realizado estudos e investigações sobre a concepção e mecânica construtiva da arquitectura do período tardo-medieval e do primeiro renascimento em Portugal.  

 

É autor de artigos como: “A abóbada da capela-mor da Igreja de Nossa Senhora do Pópulo das Caldas da Rainha. Construção e filiação”, Artis Revista do Instituto de História da Arte da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, n.º 6, Lisboa 2006. MARTÍNEZ GÓMEZ, Javier; SILVA, Ricardo, “De Huguet a Boytac y el Tardogótico peninsular”, Actas do congresso internacional O Largo Tempo do Renascimento. Arte, Propaganda e Poder, 2004. “Os Conventos de Lisboa. Uma abordagem cripto-historica.”, Revista Portuguesa de Ciência das Religiões, Univ. Lusófona e Tecnologias, Centro de Estudos em Ciência das Religiões, Ano II -2003, nº 3-4, p. 211-221. Estudo Histórico-Artístico da Capela de Santo Cristo no Teixoso, Revista IPPAR, nº 4, 2003, pp. 94-100.